Como o sol vê sua pele? Assista e tenha uma grande surpresa

Um impressionante vídeo viral já ganhou milhões de visualizações no mundo todo. Ele mostra, por meio de uma câmera especial, as alterações que os raios nocivos do sol já provocaram na pele de voluntários.

São mudanças ainda invisíveis a olho nu, mas que produzem efeitos terríveis na pele. Pintas, rugas e manchas que podem no futuro se tornar um melanoma. A percepção das mudanças é possível graças a uma câmera ultravioleta, que capta exatamente os raios nocivos do sol, o UVA e o UVB.

Outro momento impressionante do vídeo diz respeito ao uso de filtro solar. Para ter ideia do poder deste produto, os raios ultravioletas não conseguem “enxergá-lo”. Portanto, as pessoas com filtro solar parecem usar uma espessa tinta preta na pele, bloqueando totalmente os raios do sol.

Assista, vale a pena!

Vídeo emocionante alerta os adolescentes sobre o câncer de pele

E se você pudesse entrar em contato com você mesmo, aos 16 anos. Que tipo de conselhos daria? O que pediria para fazer diferente? É este o mote deste emocionante vídeo canadense, que tem como objetivo alertar os jovens sobre o câncer de pele (melanoma).

Durante o vídeo “Dear 16-year-old Me” (Os meus queridos 16 anos de
idade, em tradução livre), homens e mulheres de diferentes idades e estilos mandam recado para suas versões de 16 anos. Entre vários conselhos, destaca-se o cuidado com a proteção da pele a fim de evitar a consequência mais grave do abuso com os raios do sol: o melanoma.

Sim, os participantes do vídeo enfrentaram a doença ou perderam pessoas queridas para o câncer de pele. Portanto, vale assistir e mostrar aos adolescentes.

Confira:

Em São Sebastião, jovens aprendem e recebem visita especial

O Instituto Verdescola, que faz um belo trabalho com crianças e adolescentes em São Sebastião, Litoral Norte de São Paulo, contou com a parceria da campanha “Sol, Amigo da Infância”. Por intermédio da Sociedade Brasileira de Dermatologia – Regional São Paulo (SBD-Resp), foram ministrados cursos de capacitação aos educadores sobre a importância da proteção da pele contra os raios nocivos do sol.

No último dia 23 de julho, cerca de 30 educadores assistiram às palestras do dr. Francisco Ferreira, que visa capacitar os adultos para que transmitam conhecimento e instruções às crianças e adolescentes sobre a proteção da pele.

Após as palestras, os educadores receberam o material disponibilizado pela campanha e o apresentaram para cerca de 300 crianças e jovens atendidos pelo instituto em São Sebastião.

O cartunista Mauricio de Sousa, que também é parceiro da campanha “Sol, Amigo da Infância”, esteve no Instituto Verdescola dias depois. Toda a turma atendida pelo instituto aproveitou para levar seus gibis da campanha para o cartunista autografar!

Diadema e municípios do litoral aderem à campanha!

A prefeitura de Diadema aderiu à campanha “Sol, Amigo da Infância – Pele Protegida Por Toda Vida”. No último dia 11 de agosto, a secretaria municipal de Educação firmou o acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia – Regional São Paulo (SBD-RESP) e com o cartunista Mauricio de Sousa, parceiro da campanha.

Já foram distribuídos cartilhas e gibis explicativos para os alunos e seus pais. O material, elaborado de forma didática e divertida, mostra a necessidade de cuidar da pele e se proteger dos raios nocivos do sol. Cada escola da rede municipal também recebeu um DVD, que segue a mesma linha, mostrando os benefícios e os malefícios do sol e como se proteger de forma apropriada.

Ao todo, participarão 30 escolas, 13 mil alunos do ensino fundamental e 600 professores.

No litoral, a campanha também já tem seus adeptos! Em Praia Grande o programa será desenvolvido em 57 unidades escolares municipais, com aproximadamente 20 mil alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental. Através do material disponibilizado pela SBD-RESP, professores realizarão atividades temáticas junto aos estudantes.

Com a criação de uma plataforma online, 705 professores participarão do curso de Educação a Distância (EaD) sobre os ensinamentos da campanha.

Nos mesmos moldes, em Guarujá 14 mil alunos das 29 escolas municipais da rede também já aderiram ao programa. A assinatura do Termo de Cooperação técnica foi oficializada dia 4 de agosto, na prefeitura.

São Vicente, cidade precursora da campanha, realiza neste mês de agosto, o 3º curso de Educação a Distância (EaD) aos professores da rede. A iniciativa desta cidade parceira é tão eficiente que as coordenadoras pedagógicas da secretaria de Educação ministram palestras, de maneira totalmente voluntária, aos colegas educadores das novas cidades que adotam o programa.

A exemplo de outros municípios, a cidade de Limeira aprovou projeto de lei que inclui em seu calendário oficial de eventos a Semana de Educação a Exposição Solar Preventiva ao Câncer “Sol, Amigo da Infância”. Hoje o Programa é lei nas cidades de São Paulo, Santos, São Vicente, Diadema, Tatuí (SP), Bambuí (MG) e Campos de Goytacazes (RJ). O município de Indaiatuba (SP), também protocolou recentemente projeto de lei e aguarda sanção do prefeito.

Saúde pública: SBD presta serviço à população no Dia dos Pais

A SBD em parceria com a TV Globo SP vai realizar no próximo domingo (10/8), Dia dos Pais, uma ação institucional no Parque Villa-Lobos, zona oeste de São Paulo. O “Dia dos Pais, Dia do Meu Melhor Amigo” vai englobar um dia inteiro de atrações especiais para toda a família, incluindo ações de conscientização sobre o câncer da pele, com a participação de uma equipe de médicos dermatologistas da SBD. Das 10h às 16h, numa tenda de atendimento montada no local, o público conhecerá o ABCD das pintas e ganhará amostras de protetor solar. O paciente de risco será o foco da ação do Dia dos Pais.

Por meio da Calculadora de Risco para o Câncer da Pele (http://www.sbd.org.br/calculadora-de-risco-de-cancer-da-pele) disponibilizada pela SBD, usuários responderão a um questionário desenvolvido por especialistas da entidade e receberão informaçõessobre as chances de virem a desenvolver a doença no futuro.
Para facilitar a observação e tornar o diagnóstico mais correto e preciso, os dermatologistas estarão equipados com o dermatoscópio – microscópio para a pele que analisa e armazena todas as pintas do corpo e aumenta a chance de diagnóstico do melanoma para 95%.

“O câncer da pele está em crescimento no Brasil e nós, dermatologistas, estamos preocupados com esse índice.

Nossa participação será mostrar as medidas preventivas necessárias para manter a saúde da pele”, disse o coordenador do Programa Nacional de Controle do Câncer de Pele (PNCCP), Marcus Maia.
O evento também terá atividades esportivas para entreter a família, como futebol de botão, pebolim, gincanas, além dos shows de Moraes Moreira e Davi Moraes.

Fonte: SBD

Espaço dos educadores

A Sociedade Brasileira de Dermatologia – Regional Estado de São Paulo (SBD-RESP) lançou a Campanha “SOL, AMIGO DA INFÂNCIA” um projeto de ação social, educativo e preventivo, que visa educar crianças em idade escolar, especialmente do ensino fundamental I, sobre os riscos da exposição solar inadequada e os hábitos saudáveis de proteção no dia a dia.

Para alcançar o público infantil, a SBD-RESP contou com o apoio do cartunista Maurício de Sousa, que desenvolveu o gibi A PELE E O SOL com a TURMA DA MÔNICA, contando uma história que visa conscientizar a criançada sobre a importância da proteção solar. O material, que também conta com o DVD A PELE E O SOL, ensina sobre as camadas da pele e como ela é atingida pela exposição em excesso, além de passar orientações sobre como se proteger, o melhor horário para se expor ao sol, entre outras informações, tudo de forma muito divertida e lúdica.

O objetivo da Campanha é educar nossas crianças para um comportamento de exposição solar saudável e consequentemente envolver suas famílias e cuidadores nestes conceitos de exposição solar adequada. A criança consciente hoje será o adulto saudável de amanhã.

A revista e o DVD da Turma da Mônica “A Pele e o Sol” só podem ser distribuídos gratuitamente e não podem ser reproduzidos sem autorização do grupo Maurício de Sousa, ao qual de público reiteramos nosso profundo agradecimento pela compreensão da importância desta nossa causa.

Cadastre sua escola aqui e receba as orientações de participação do Programa Sol, Amigo da Infância

Dicas e cuidados

Além das medidas práticas para proteger sua pele e das crianças dos raios UVA e UVB, vale a pena observar algumas dicas para ampliar tal proteção.

 Os raios UVB são mais fortes entre as 10h e as 15h. Portanto, evite expor as crianças (e a si próprio) ao sol durante estes horários, preferindo atividades internas ou sob uma boa sombra;

 Aliás, a sombra de uma ampla copa de árvore oferece ainda mais proteção do que a dos guarda-sóis;

 Estar na montanha não significa maior proteção em relação à praia. Muito pelo contrário! Calcula-se que a cada 300m acima do mar, a incidência de raios UV aumente em 4%;

 Entrar na água também não protege a pele. A 1m de profundidade, 50% dos raios UVB e 75% dos UVA ainda estão presentes.

 Vai viajar para países com neve? Não se esqueça das nossas dicas e proteja a criançada! Afinal, a neve reflete 90% da radiação solar. (Já a areia da praia reflete 25%).

 O uso de óculos de sol é muito importante durante as atividades ao ar livre. Porém, compre óculos cujas lentes tenham proteção contra raios UVA e UVB. Isso vale para crianças e adolescentes, que já contam com modelos específicos para suas idades.

 Está sem relógio? A sombra oferece uma medida do horário mais perigoso para a exposição solar. Quanto menor for a sombra da criança em relação a sua altura, mais danoso está o sol, já que isso significa que estamos no meio-dia ou próximos deste horário.

 A maioria dos vidros de carro ou prédios comerciais bloqueia apenas os raios UVB. Apenas alguns laminados bloqueiam também os raios UVA.

– Não faça bronzeamento artificial. Os aparelhos para este fim por motivos estéticos estão proibidos no Brasil. Eles submetem a pele a níveis muito elevados de raios UV e favorecem ainda mais o surgimento de complicações sérias, como envelhecimento precoce e câncer.

 

Tipos de pele

A cor da pele tem grande influência quando se trata de prevenção aos raios UV. Embora todos devam se proteger, sabemos que as pessoas de pele mais clara estão mais propensas a desenvolver eritema (vermelhidão) induzido pelos raios ultravioleta.

Portanto, as pessoas brancas, em especial de origem caucasiana, são mais propensas a desenvolver câncer de pele. Já as pessoas de etnia negra estão mais protegidas por conta da maior quantidade de melanina, pigmento natural que absorve a maior parte dos raios UV.

Os dermatologistas costumam dividir as pessoas em sete “fototipos”, de acordo com as características da pele. Confira:

Tipo 1 – pessoas de pele muito clara, que se queimam muito facilmente e nunca se bronzeiam.

Tipo 2 – pessoas de pele muito clara, que se queimam facilmente e se bronzeiam lentamente e com dificuldade.

Tipo 3 – pele levemente morena (cor castanho-claro), que queimam raramente e se bronzeiam relativamente fácil.

Tipo 4 – pele levemente escura (cor castanha), que nunca queima ou queima muito pouco e se bronzeia com facilidade.

Tipo 5 – pessoas de etnia asiática ou hindu (cor castanho-escuro), que raramente se queimam e se bronzeiam profusamente.

Tipo 6 – pessoas de etnia afro-caribenha ou negra, que nunca se queimam e têm a pele intensamente pigmentada.

Raios UVA e UVB

Para entendermos melhor a importância da adequada proteção ao sol, é preciso entender o que são as siglas UVA e UVB – sempre presentes neste assunto, inclusive nos rótulos dos filtros solares.

Os fótons de luz solar que atingem a Terra são compostos por luz infravermelha (56%), luz visível (39%) e raios ultravioleta (5%). São estes últimos, os raios ultravioleta (UV), os responsáveis pelas alterações na nossa pele – causando vermelhidão, queimadura, bronzeamento, envelhecimento precoce, danos às defesas do organismo, além de diferentes tipos de câncer de pele.

Os raios ultravioleta são divididos em UVA, UVB e UVC. Enquanto o UVC é totalmente absorvido pela atmosfera, na camada de ozônio, o UVA e o UVB atingem a superfície terrestre.

Os raios UVA passam diretamente pela atmosfera e atingem amplamente a superfície, independentemente da época do ano e das condições climáticas. Eles chegam às camadas profundas de nossa pele (derme) e são responsáveis pelo aumento da pigmentação – o bronzeamento. Isso significa, portanto, que o UVA pode provocar alergias reagindo com medicamentos ou produtos aplicados na pele, além do surgimento de manchas, envelhecimento precoce e criar alterações que levam ao câncer de pele.

Já os raios UVB também são contidos pela camada de ozônio, mas cerca de 10% chega à superfície terrestre. Este tipo de raio sofre variação de incidência de acordo com a estação do ano (mais forte no verão), o horário do dia e as condições climáticas/geográficas. Por atingir a camada externa da pele (epiderme), o UVB provoca vermelhidão e queimaduras, em especial nas pessoas de pele clara.

Este tipo de raio também participa do processo de envelhecimento precoce da pele e ainda provoca alterações no DNA, o que pode levar ao surgimento de câncer. Por outro lado, os raios UVB são responsáveis pela síntese da vitamina D em nosso organismo.